Sábado, 4 de Novembro de 2017

Putin e a Revolução de Outubro.

 Putin: O primeiro Czar de Todas as Rússias de fato e gravata.

 

Para o presidente Putin, a Revolução de Outubro é algo de muito pouco agradável. Não pode apagar a História, mas as ideias soviéticas não são as do seu partido liberal nacionalista, herdeiro de toda uma construção que tem tudo a ver que as muitas décadas de governo Comunista Soviético.

A ideia de Revolução aflige Putin, pois toda a gente sabe que o Putinismo não é algo que possa ser substituído pela via democrática.

 

Putin domina toda a comunicação social e persegue os seus adversários mais fortes. Aceita alguns partidos na Duma (parlamento) desde que não tenham a possibilidade de ganhar as eleições. Entre eles está o pequeno Partido Comunista.

 

Por isso, só uma revolução poderia deitar abaixo o "putinismo", mas não há nenhuma condição na Rússia para uma revolução desde que Putin não se meta nalguma guerra estúpida para reconstruir a imensa Rússia de 22 milhões de km2 do Czar Nicolau II.

 

A elite russa e Putin não sabem em que classe do antigamente se podem agregar. A nobreza não existe, mas formou-se uma oligarquia que não goza de grande prestígio que existe enquanto fizer aquilo que Putin quer. A classe média está em construção e se sabe alguma coisa do que se passa nas cidades; no campo é desconhecido. Parece que algumas Sovkozes e Kolkozes se mantêm por não haver capitais no Mundo rural e essa novidade que são os grandes centros comerciais preferem importar grande parte dos bens alimentares. Parece que só com as sanções à Rússia é que Putin começou a orientar-se para o mundo rural.

 

Putin, no fundo, pelo monumento que mandou construir em frente á sede do Governo, considera-se como um seguidor do ministro liberal monárquico Piotr Stolypin que governou entre 1905 e 1911 e que fez importantes reformas, nomeadamente, redistribuindo cerca de metade das terras dos príncipes e Grãos duques por um campesinato ativo que soubesse cultivar as terras, designados por Djgashvilli de Kulaks e por alguns exagerados de latifundiários. Não eram, apesar da terra russa ser tão vasta que qualquer propriedade poderia ser tida como um latifúndio, mas o que contava era o número de trabalhadores que empregava e esses eram geralmente poucos, apesar da população russa de então crescer em cerca de dois milhões de pessoas por ano.

 

A Rússia era e continua a ser a maior nação do Mundo, mas não em população. Nos tempos do último Imperador tinha mais de 25 milhões de km2, quase tanto como EUA, China e Canadá. A URSS ficou sem a Finlândia, Polónia e Repúblicas Bálticas com 22,5 milhões de km2 e hoje a Federação Russa abarca 17 milhões de km2.

 

O problema dos Soviéticos é que nacionalizar a terra ou a indústria sem os trabalhadores não valia de nada. A verdadeira estatização foi a das populações trabalhadoras que mudaram a Rússia à custa de sacrifícios tremendos e de uma exploração nunca vista, a não ser na China de Mao com barragens, canais e estradas feitas com pás, enxadas e carrinhos de mão e trabalho durante doze ou mais horas por dia.

 

Rússia de hoje tem quase 150 milhões de habitantes, dos quais 105 milhões vivem nas cidades e apenas 45 milhões no Mundo das pequenas aldeias de cidades, cujo modo de vida é pouco conhecido no Ocidente e, como acontece em quase todo o Mundo, ninguém se interessa pelo campo. Os rurais não têm força por serem poucos e dispersos, enquanto os citadinos das grandes capitais são os donos do Mundo ou consideram-se como tal.

 

publicado por DD às 17:53
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Outubro de 2017

A Minha Família na Re...

Novatcherkass em 1917 Há 100 anos, o meu pai com 9 anos de idade contemplou da varanda do terceiro andar do aparta...

Ler artigo
publicado por DD às 19:39
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 4 de Junho de 2017

O verdadeiro crime é ...

“ Esta frase do grande pensador e escritor George Steiner deixou-me estonteado, apesar dele com os seus 89 anos se consi...

Ler artigo
publicado por DD às 23:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Putin e a Revolução de Ou...

. A Minha Família na Revolu...

. O verdadeiro crime é vive...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Junho 2017

. Outubro 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Maio 2015

. Janeiro 2015

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Junho 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Julho 2005

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.links

Contador de visita
Contador de visita
Hospedagem de Sites
Contador de visitas grátis

.Online

web counter
blogs SAPO

.subscrever feeds