Sexta-feira, 22 de Julho de 2005

Novela de Dieter Dellinger - Piotr, O Anarquista

 

PRELIMINAR

prisioneiros.bmp

Histórias, histórias, sempre histórias!

Para o contador de histórias, contador de tudo o que vê, ouve e lhe vem à cabeça, a pequena novela é, sem dúvida, o instrumento ideal. Até porque não bloqueia o quase impossível fim de uma obra mais vasta. Em termos de novela curta, "novela de corto plazo", como dizem os espanhóis, as histórias podem suceder-se numa aparente independência umas das outras, fazendo, contudo, parte de uma mesma narrativa romanesca. Aqui, é o avô a iniciar o périplo real ficcionista, seguir-se-ão outras histórias na sequência de um Século de vidas cada vez mais fantásticas, mesmo que inseridas na realidade. O final deste trabalho prefigura a ideia de continuidade, adiantando a novela seguinte, sem dar por finda a real ficção dos confins da Rússia siberiana às praias atlânticas deste Ocidente peninsular. E mais histórias para contar até esgotar a memória imaginativa. Histórias para ler de um trago e vistas cerebralmente sem interrupções para compromissos publicitários. Histórias da vida num Século que teve de tudo, no qual o fantástico saiu mais das fábricas da realidade que da mais imaginativa das mentes.

Enfim, histórias, histórias tão necessárias à mente humana, mas cada vez mais monopolizadas pelo meio televisivo que vai satisfazendo as necessidades em imaginário de todos os cidadãos, deixando para trás a palavra lida e, naturalmente, as histórias recriadas mais lentamente pelo leitor.

Aqui, o que se pretendeu foi contar uma história sem lições ou exemplos a seguir ou deixar de seguir. A personagem é múltipla na sua realidade fantástica a dizer que se pode ser isto ou aquilo sem temer os juízos de qualquer mundo. Juízos que deixam de ter cabimento neste fim de Século que permite a retrospectiva pensante e o juízo de que afinal tudo aconteceu, ninguém teve razão, ninguém ganhou, ninguém terá perdido totalmente, a não ser, infelizmente, milhões de vidas sacrificadas inutilmente às fúrias dos poderes instalados ou emergentes. O Século está a acabar na incerteza de talvez não ter deixado nada à imaginação do futuro. Nestes cem anos tudo terá sido vivido, escrito, dito, pensado e realizado, o pior e o melhor? Talvez? Esperemos que não.

publicado por DD às 01:26
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 11:20
Bom dia.
Penso que deve ser este o texto em causa. Ainda não o li todo mas vou agora fazê-lo.
Os meus parabéns pelo êxito.
Uma boa sexta-feira.
Um abraço de amil
amil
</a>
(mailto:mai_ato@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 11:20
Bom dia.
Penso que deve ser este o texto em causa. Ainda não o li todo mas vou agora fazê-lo.
Os meus parabéns pelo êxito.
Uma boa sexta-feira.
Um abraço de amil
amil
</a>
(mailto:mai_ato@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Neto de Moura: O Pior Por...

. Santos Silva não gosta da...

. Violência Doméstica Antig...

. Putin e a Revolução de Ou...

. A Minha Família na Revolu...

. O verdadeiro crime é vive...

. Dieter Dellinger Comenta:...

. Um Nobel Esquisito Este A...

. As Contradições do Mundo ...

. A Morte de Cristo em Verd...

. O Homem em Declínio da Fi...

. A NOVA ERA DO HOMEM INÚTI...

. O Meu Pai na Alemanha da ...

. O Fim da Guerra para o me...

. O Suicídio do Sósia

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Junho 2017

. Outubro 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Maio 2015

. Janeiro 2015

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Junho 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Julho 2005

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.links

Contador de visita
Contador de visita
Hospedagem de Sites
Contador de visitas grátis

.Online

web counter
blogs SAPO

.subscrever feeds